Vivendo a Adolescência

Métodos baseados na percepção da fertilidade

 Métodos baseados na percepção da fertilidade

O que são?

Os métodos baseados na percepção da fertilidade (MBPF)são métodos que se baseiam no autoconhecimento e na percepção do período fértil (período em que a mulher tem risco de engravidar) identificando sinais e sintomas que ocorrem com o fim de evitar uma gravidez. Também já foram chamados de métodos de abstinência periódica, métodos comportamentais ou naturais.

Como esses métodos funcionam?

Existem vários métodos que permitem que as mulheres identifiquem o seu período fértil.  A mulher que escolhe esses métodos precisa conhecer quais são e escolher usar um ou uma combinação desses métodos para identificar quando está fértil e não deve ter relações sexuais nesses dias para evitar uma gravidez.

a) Métodos baseados no calendário permitem identificar o início e o final do período fértil. Entre eles estão o método do calendário, o método dos dias fixos, o método do colar.

b) Métodos baseados nos sintomas de fertilidade como a secreção do colo do útero chamado muco cervical. Entre eles está o método de Billing ou método do muco cervical, o método dos dois dias e os métodos sintotérmicos.

c) Métodos baseados no controle da temperatura basal corporal para determinar o dia da ovulação, já que 3 dias depois da ovulação, a mulher está infértil até a menstruação.

Como utilizar os diferentes MBPF?

  • Método do Calendário (tabelinha): Os dias férteis são calculados com base na história menstrual dos últimos seis meses. Existe uma fórmula para calcular o início e o final do período fértil.

  • Método do Muco Cervical (Billings): Os dias férteis são os chamados dias úmidos, quando há muco cervical. A mulher deve verificar cada dia se tem ou não tem muco cervical e quais as características do muco. O dia que o muco tem a máxima capacidade de se esticar é o chamado ápice, depois desse dia deve-se contar 3 dias, no quarto dia já é o período infértil, ou seja, a mulher pode ter relações sexuais.

  • Método da Temperatura Corporal Basal: Os dias férteis se calculam pela variação da temperatura corporal, que sobe depois da ovulação. Três dias depois da subida da temperatura começa o período infértil, ou seja, não há risco de engravidar.

  • Método Sintotérmico: Os dias férteis se calculam por um conjunto de sinais físicos, como sensibilidade nos seios, dor de ovulação, observação do muco cervical e a medição da temperatura.

  • Método dos dois dias: Também baseado na presença ou não de muco cervical, que deve ser identificado todos os dias. Cada dia a mulher deve responder a mesma pergunta: Ontem ou hoje tive muco cervical? Se a resposta é sim, significa que está fértil e não deve ter relações sexuais.

  • Método dos dias fixos: Também conhecido como método do colar, deve ser usado por mulheres que têm ciclos menstruais regulares. Isto significa ciclos entre 26 e 32 dias.  Lembrando que o ciclo menstrual é o número de dias entre uma menstruação e outra, sendo que o primeiro dia do ciclo é o primeiro dia da menstruação. A mulher deve anotar o primeiro dia da menstruação e contar desde o 8º dia até o 19º dia do ciclo menstrual, esses dias, inclusive o 8º e o 19º dia, constituem o período fértil, ou seja, não se pode ter relações nesses dias. Todos os meses se deve fazer a mesma coisa, anotar a menstruação e a partir desse primeiro dia da menstruação contar e marcar no calendário do 8º até o 19º do ciclo, que é o período fértil e não se pode ter relações sexuais vaginais, a não ser que se use a camisinha nesse período.

  • Método do colar: É o mesmo método dos dias fixo, mas para facilitar a identificação do período fértil foi criado um colar de contas coloridas no qual as mulheres colocam o anel de borracha negro na conta vermelha do colar que representa o 1º dia da menstruação. A cada dia, a mulher deve passar o anel de borracha de conta em conta de cor marrom. Esses dias representam o período infértil, ou seja, a mulher pode ter relações sexuais. Quando o anel de borracha chegar nas contas brancas, a mulher deve saber que está no período fértil e ela não pode ter relações sexuais.  Quando chegar novamente nas contas marrons, começa o período infértil, ou seja, a mulher pode ter relações sexuais.  Nesse período das contas marrons, a mulher menstruará e ela deverá começar de novo, ou seja, colocar o anel de borracha preto na conta vermelha.    

                         

Dos métodos baseados na percepção da fertilidade, segundo evidências científicas, o método dos dias fixos parece ser o mais recomendável. É um método muito fácil de usar porque as instruções são simples, mas é fundamental que o parceiro também colabore e respeite os dias em que não se devem ter relações sexuais.

Qual é a eficácia?

São métodos considerados de baixa eficácia, em média 15% das mulheres que usam esses métodos durante um ano ficam gravidas. Entretanto, se usados corretamente seguindo todas as instruções de uso, podem ter uma eficácia média.

Os métodos baseados no calendário: (Método dos dias fixos) de 5 a 12 mulheres, de cada 100 mulheres que usam o método em um ano, podem engravidar.

Métodos baseados nos sintomas (Métodos dos dois dias, método da ovulação) de 3 a 23 mulheres, de cada 100 que usam esses métodos em um ano, podem engravidar.

Os estudos mostram que de todos os métodos baseados na percepção e conhecimento da fertilidade, os sintotérmicos são os mais eficazes porque combinam a identificação das secreções, os sintomas e temperatura basal para identificar a ovulação.

Última atualização: março 2021


Compartilhe


Entre em Contato

E-mail: contato@adolescencia.org.br

Siga nas Redes Sociais

As informações oferecidas nesta página têm caráter educativo e informativo, sendo assim, não dispensa, em hipótese alguma, uma consulta com um/a profissional de saúde.
Qualquer dúvida, você deve sempre procurar a ajuda de um/a profissional de saúde. É proibida a reprodução do conteúdo total ou parcial dessa página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito da Reprolatina. Vivendo a Adolescência®© - Todos os direitos reservados 2000 – 2017.

Desenvolvido pela S3Web