Vivendo a Adolescência

DIU



O que é o DIU?

É um dispositivo em forma de “T”, feito de plástico, contendo arame de cobre fino enrolado na sua haste vertical e manguitos de cobre nos seus braços horizontais, que é colocado dentro do útero da mulher para impedir que ocorra uma gravidez.

 

Como o DIU funciona?

O DIU impede o encontro dos espermatozoides com o óvulo, porque o cobre afeta os espermatozoides matando-os ou diminuindo sua movimentação dentro do útero, o que impede a fecundação.

O DIU hormonal (Mirena) altera o muco cervical e a cavidade uterina, podendo em alguns casos inibir também a ovulação.

 

Como se usa o DIU?

Para iniciar o uso do DIU é preciso primeiro procurar um serviço de saúde, pois a colocação é feita por um/a profissional médico/a. O DIU é colocado dentro do útero e pode permanecer ativo, com efeito anticoncepcional por até dez anos.
 


Qual a eficácia do DIU?

O DIU é muito eficaz. A taxa de falha é de mais ou menos 0,5%, ou seja, de cada 200 mulheres que colocam o DIU uma vai engravidar.

Sua eficácia apresenta taxa de falha de 0,6 a 0,8% no primeiro ano de uso, ou seja, uma de cada 200 mulheres (adolescentes, jovens e adultas) que usam e o DIU TC380A pode vir a engravidar durante o período de um ano.

A probabilidade de uma mulher com DIU engravidar depois do primeiro ano de uso é escassa.  De cada 100 mulheres que usam o DIU por 10 anos, 2 (duas) ou 3 (três) poderão engravidar neste período de 10 anos.  Note que a eficácia do DIU é bem maior que a eficácia da pílula.
 

Quais são os efeitos colaterais?

  • Alterações no ciclo menstrual (comum nos primeiros três meses, geralmente diminuindo depois deste período);

  • Sangramento menstrual prolongado e volumoso;

  • Sangramento no intervalo entre menstruações;

  • Cólicas de maior intensidade ou dor durante a menstruação;

     


Compartilhe


Entre em Contato

E-mail: contato@adolescencia.org.br

Siga nas Redes Sociais

As informações oferecidas nesta página têm caráter educativo e informativo, sendo assim, não dispensa, em hipótese alguma, uma consulta com um/a profissional de saúde.
Qualquer dúvida, você deve sempre procurar a ajuda de um/a profissional de saúde. É proibida a reprodução do conteúdo total ou parcial dessa página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito da Reprolatina. Vivendo a Adolescência®© - Todos os direitos reservados 2000 – 2013.

Desenvolvido pela S3Web