Vivendo a Adolescência

Métodos Comportamentais


O que são Métodos Comportamentais?

Os métodos comportamentais, também conhecidos como métodos de abstinência periódica, ou métodos naturais, se baseiam em evitar as relações sexuais vaginais no período fértil do ciclo.
 

Como esses métodos funcionam?

Estes métodos evitam a gravidez impedindo o encontro do espermatozoide com o óvulo.   Para tanto, a mulher evita relações sexuais com penetração vaginal durante o período fértil.

Em todos os ciclos menstruais a mulher tem um período em que ter uma relação sexual pode resultar numa gravidez, conhecido como o período fértil.  O período fértil dura seis dias, compreendendo o dia da ovulação e os cinco dias anteriores. Em consequência, os métodos baseados na percepção da fertilidade funcionam predizendo os dias férteis em cada ciclo para que a mulher evite as relações nesses dias e, dessa forma, evite a gravidez.

Existem diferentes métodos para detectar o período fértil, por exemplo, utilizando só a história menstrual ou utilizando a observação de sinais físicos durante o ciclo ou exames laboratoriais.   Diagnosticar com certeza quando ocorrerá a ovulação com uma antecedência de mais de 48 horas é muito difícil e os ciclos da mulher tendem a ter variações mais ou menos amplas.   Por isso, todos os métodos, para oferecer eficácia anticoncepcional razoável, devem ser praticados com períodos de abstinência muito maiores do que seis dias ou tendo relações só no período pósovulatório, quando já há sinais claros que a ovulação ocorreu e o óvulo já não pode ser fecundado. 

Embora, quando se usam seguindo estritamente as instruções e contando com a colaboração do parceiro para respeitar as datas de abstinência, alguns destes métodos podem ter uma eficácia alta, em geral, todos os métodos baseados na percepção da fertilidade são pouco eficazes no uso rotineiro (por volta de 20% de gravidez no primeiro ano, ou seja, engravida, em um ano, uma de cada cinco mulheres que usam estes métodos. 

 

Os métodos mais conhecidos são:

  • Método do Calendário, tabelinha , Ogino-Knauss: os dias férteis são calculados na base da história menstrual dos últimos seis meses.
  • Método do Muco Cervical (Billings):  os dias férteis são os chamados dias úmidos, quando há muco cervical.
  • Método da Temperatura corporal basal: os dias férteis se calculam pela variação da temperatura corporal, que sobe depois da ovulação.
  • Método Sintotérmico: os dias férteis se calculam por um conjunto de sinais físicos, incluindo o muco cervical e a temperatura.
  • Método dos dois dias:também baseado na presença ou não de muco cervical, que deve ser identificado todos os dias.
  • Método dos dias fixos, também conhecido como o método do colar:

- Este método é o resultado de um estudo estatístico realizado com milhares de mulheres acompanhadas por um longo tempo, para detectar qual é o período fértil em todos os ciclos.

 Os resultados mostraram que, em mulheres com ciclos mais ou menos regulares, com duração entre 26 e 32 dias, o período fértil vai do dia 8 ao dia 19 do ciclo (lembrar que o dia em que começa a menstruação é o dia 1 do ciclo).

 

O uso do método é muito simples:

  • O dia da menstruação a mulher deve marcar o dia num calendário com uma M e marcar os seis dias seguintes com um círculo.  Depois deve marcar os 12 dias seguintes com um X.
     

Quando pode ou não pode ter relações:

  • Pode ter relações o dia marcado com M e os seis seguintes marcados com círculo
  • Não pode ter relações os 12 dias marcados com X
  • Depois pode ter relações até a próxima menstruação
     


A mulher pode marcar os dias que deve abster-se de ter relações num calendário, ou pode usar um colar de contas de diferentes cores, que a auxilia na identificação dos dias férteis.

Antes de começar o uso a mulher deve colocar o anel de borracha no cilindro preto e no primeiro dia da menstruação, quando a menstruação começa, o anel se deve colocar na conta vermelha.  Daí em diante, todos os dias a mulher deve deslocar o anel para a conta seguinte, sempre na direção que indica a fleha, afastando-se da conta vermelha.

Por enquanto o anel está em alguma conta marrom a mulher pode ter relações.

  • Se a menstruação descer antes de o Anel de borracha chegar à conta obscura quer dizer que o ciclo durou menos de 26 dias.
  • Se o anel chegou à última conta e teria que ser colocado no cilindro preto e a menstruação não desceu, pode estar grávida ou o ciclo é de mais de 32 dias.


 

Se ocorrer alguma de estas situações duas vezes dentro de um ano, DEVE-SE USAR OUTRO MÉTODO!

Dos métodos baseados na percepção da fertilidade, o método dos dias fixos parece ser o mais recomendável.  O método foi recentemente avaliado num estudo bem controlado e demonstrou ter um índice de falha, em uso rotineiro de 12 gravidezes por cada 100 mulheres em um ano, muito similar à taxa do condom.   Em uso correto e consistente, a taxa de falha é de 5%.
 


 

É um método muito fácil de usar porque as instruções são simples e não tem que fazer contas nem avaliar sinais físicos.  Os estudos têm mostrado que pode ser usado por pessoas sem nível alto de instrução, mas é fundamental que o parceiro também colabore e respeite os dias em que não se devem ter relações.
 


Compartilhe


Entre em Contato

E-mail: contato@adolescencia.org.br

Siga nas Redes Sociais

As informações oferecidas nesta página têm caráter educativo e informativo, sendo assim, não dispensa, em hipótese alguma, uma consulta com um/a profissional de saúde.
Qualquer dúvida, você deve sempre procurar a ajuda de um/a profissional de saúde. É proibida a reprodução do conteúdo total ou parcial dessa página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito da Reprolatina. Vivendo a Adolescência®© - Todos os direitos reservados 2000 – 2013.

Desenvolvido pela S3Web